Orçamento sem crise

A família aumentou e a conta do supermercado subiu? Veja propostas para economizar com as compras do dia a dia.

5 a 8 meses

Finanças

Com a chegada do bebê, a conta do supermercado, que já é uma das maiores despesas no orçamento das famílias brasileiras, pesa ainda mais. Fraldas, papinhas, acessórios e suplementos podem elevar significativamente os gastos mensais de sua família. Com a inflação anual em patamares mais expressivos, essa realidade fica mais presente no seu dia a dia. Se você já está sentindo essa diferença e não sabe o que fazer para economizar, anote essas recomendações:

Compras coletivas: É possível economizar em fraldas, roupinhas e acessórios para o bebê aproveitando as promoções dos sites mais conhecidos em compras coletivas, como Groupon, Peixe Urbano e Vale Junto. Esteja atenta e aproveite.

Comprar no atacado: Que tal comprar produtos não perecíveis em hipermercados ou atacadistas? Sam’s Club, Makro, Assaí, Walmart são opções para quem prefere aproveitar ofertas e tem espaço em casa para estocar alguns alimentos e evitar a inflação dos meses seguintes.

Pesquisar preços: A variação de preços entre diferentes estabelecimentos pode ser surpreendente. Vale a pena gastar mais sola de sapato para pesquisar e encontrar preços mais baratos. Aproveite a internet e faça pesquisas online antes de seguir para o supermercado.

Comprar sem fome: Esta dica é bem conhecida, mas é sempre bom lembrar que a fome aumenta a compra por impulso. Não vá ao supermercado logo após amamentar seu bebê. Saia para fazer compras após as refeições e compare preços e ofertas antes de colocar algo no carrinho.

Faça lista de compras: É uma forma simples e rápida de trazer sua atenção aos itens que você realmente precisa comprar, evitando os supérfluos. Esse hábito também irá ajudá-la a conter os impulsos do seu bebê quando ele já estiver grandinho e exigente.

Cortar supérfluos: Em tempos de inflação alta, é preciso apertar um pouco o cinto e retirar alguns itens da lista. Analise o que faz mais sentido para você manter e o que pode ser excluído temporariamente, ou substituído por itens essenciais.

Evite desperdícios: Você sabia que mais de 30% dos alimentos no Brasil são jogados no lixo? Enquanto isso florestas são desmatadas para virar plantação e milhares de pessoas passam fome. Planeje suas compras e aproveite bem os alimentos para fazer bem a você, à sociedade e ao planeta. Bagaço de beterraba, casca de banana e semente de melancias podem ser aproveitados em alimentos saborosos e nutritivos. A ONG Banco de Alimentos oferece cursos, livros e sugestões para o aproveitamento integral dos alimentos.

Finalmente, reflita sobre o que é realmente essencial para garantir alimentação de qualidade, saúde e bem estar à sua família, sem excessos ou desperdícios.

 

Leia também:

Para saber sobre mais sobre aproveitamento integral de alimentos, acesse o Banco de Alimentos.

Artigos Relacionados

Prato sem riscos

Após o desmame, somente depois do primeiro ano o bebê estará liberado para comer de tudo. Até lá, alguns alimentos devem ser evitados.

Planos de saúde - direitos e deveres

Pesquise em detalhes as regras do plano de saúde, como carência para o parto, reembolso e cobertura geográfica

Com o estômago na boca!

Náuseas, vômitos e azia – blé! – são parte da gravidez para a maioria das mulheres. São naturais e muito raramente motivos de preocupação.