Aconchego para o bebê, o bolso e o planeta

Veja sugestões para montar o cantinho do bebê gastando pouco e consumindo de forma consciente.

Gravidez

Finanças

O primeiro bebê geralmente é tão esperado que a família toda se empolga e acaba gastando mais do que precisa (ou pode) no enxoval e nos móveis do quartinho. Além disso, consumir de forma consciente é fundamental para garantir que o seu bebê tenha tudo que necessita para viver bem hoje e no futuro. Aqui vão algumas dicas para ajudar mamães e papais a planejarem esse momento especial sem ultrapassar os limites do bolso e do planeta.

Reflita: Pense no que é realmente necessário para acolher seu filho nos primeiros meses de vida. Bebês não nascem exigentes e adaptam-se facilmente à rotina familiar. Aproveite enquanto eles ainda não foram influenciados pelo mercado e construa um ninho na medida da sua necessidade. Será que ele precisa de um quarto exclusivo ou pode dividir o quarto com irmãos? Você pretende colocá-lo no berço logo no primeiro dia ou pode aproveitar o carrinho para ele dormir e passear? Escolha com base nas prioridades da sua família, apesar da opinião alheia.

Planeje: Você bem sabe que os bebês demoram alguns meses para nascer. Aproveite esse tempo para planejar a compra dos itens e acessórios para sua chegada sem se apertar muito. Faça uso da internet e comece logo cedo a pesquisar preços e negociar condições de pagamento. Deixar tudo para a última hora pode obrigar você a gastar muito mais do que precisava.

Reaproveite: A maioria dos móveis e acessórios do bebê serão usados por apenas alguns meses, ou seja, nem tudo precisa ser novinho em folha. Há móveis, carrinhos, cadeirinhas para carro, roupas e até brinquedos de segunda mão em ótimo estado. Você pode economizar muito e ainda contribuir para reduzir o lixo no planeta apenas aproveitando o que já foi produzido. Há sites de classificados para compra, venda e troca de produtos de bebês e crianças na internet, como o Ficou Pequeno, o Retroca e o Brechó Bebê.

Troque: Que tal organizar um chá de trocas solidárias no seu condomínio, vizinhança, família ou na escolinha? É uma ótima oportunidade para renovar o enxoval do seu bebê, confraternizar e compartilhar os desafios e delícias da maternidade. Para quem tem pouco espaço em casa, é possível até renovar o estoque de brinquedos do seu filho acessando serviços especializados como o Clube do Brinquedo.

Repense: Você sabia que uma criança usa até 6.000 fraldas até o momento do desfralde? As fraldas descartáveis representam cerca de 2% do total do lixo urbano doméstico e levam cerca de 450 anos para se decompor, e no Brasil ainda não há indústrias de reciclagem desse produto. Além disso, os pais podem gastar até R$ 4.000,00 em fraldas até o período do desfralde. Que tal repensar seus hábitos e adotar as fraldas de pano? Parece radical, mas saiba que hoje em dia existem fraldas de pano práticas e totalmente adaptadas aos hábitos de vida da mulher moderna. Você pode comprar um kit sem sair de casa pelo site BB Natural e conhecer histórias de mulheres que incorporaram essa mudança em suas vidas sem sofrimento. 

Somos 7 bilhões de seres humanos no planeta. Se cada um de nós fizer um pouquinho, podemos garantir que toda a família humana viva com conforto e dignidade. Pense nisso e receba seu bebê com consciência, trazendo economia e sustentabilidade a seu lar.

 

Veja também:

Para saber mais sobre os impactos de nossas escolhas de consumo no planeta e nas futuras gerações, acesse o site do Instituto Akatu de Consumo Consciente

 

Artigos Relacionados

Vida nova

Equilíbrio talvez seja o conceito mais importante na vida de quem conjuga família, bebê e trabalho. Encontre o seu sem culpa e seja feliz.

Plano de saúde - contratado no início da gravidez

Quem contrata um plano de saúde até a décima semana de gravidez ainda pode aproveitar parcialmente os benefícios

Os gastos médicos durante a gestação

Para planejar as despesas durante a gravidez, leve em conta os preços de consultas médicas, remédios, exames e vacinas